Dor de cabeça

Quem já não teve? Pois é, segundo a Organização Mundial da Saúde, 75% da população adulta sofre com dores de cabeça. De acordo com o estudo, poucos casos são diagnosticados por um profissional. Desses, cerca de 40% estão associados à enxaqueca e tensões e 10% ocorrem por uso excessivo de remédios. O estudo mostra que metade das pessoas com dor de cabeça buscou a automedicação.

A dor de cabeça pode ter origem na coluna cervical (pescoço), chamada de dor de cabeça cervicogênica. Cientificamente entende-se como um desconforto que é específico da cabeça, porém, que tem origem no pescoço. Dores de cabeça cervicogênicas, são parecidas a outras formas dores de cabeça e variam em cada pessoa, desta forma, é frequentemente mal diagnosticada, automedicada e ignorada.

A dor de cabeça cervicogênica apresenta sinais que a diferenciam. Geralmente esta dor começa na base da cabeça (nuca), pode ser agravada por movimentos no pescoço ou postura e pela pressão na base da cabeça reproduzindo mais dor.

A OMS aponta que a dor de cabeça impõe alto custo financeiro à sociedade, como a perda de produtividade dos trabalhadores, que custa mais que as medidas preventivas de saúde. Nesse sentido, a organização recomenda o aumento dos investimentos no tratamento e na prevenção das dores.

-Quer saber se a sua dor de cabeça é cervicogênica?

-Costuma realizar a automedicação e nunca fez avaliação da sua dor de cabeça?

-Gostaria de solucionar o seu problema?

A Quiropraxia trata rapidamente a dor de cabeça cervicogênica! Marque uma avaliação e saiba se a sua dor pode ser tratada de forma conservadora.

Quiropraxista Daiane Cesca